Página Inicial > NOVIDADES > SRAM EAGLE 2021 – 10/52

SRAM EAGLE 2021 – 10/52

11, junho, 2020

Atualizar um grupo tão adorado não deve ser tarefa fácil. Quando a Sram lançou o “atual” grupo XX1 de 12 velocidades (lá em 2016), modificando completamente o “mindset” da época (pois transformou os sistemas 2×11 em 1×12 com um range de 500%), o mercado torceu o nariz. Diversas incertezas se espalharam a partir do lançamento, até que pudéssemos de fato colocar as mãos no grupo e testar. O resultado: morremos de amores.

Agora, depois de um ciclo de 4 anos, a Sram novamente joga os dados e coloca o mercado em cheque-mate. Redesenharam os 3 principais grupos para aceitar um cassete com range de 520%. A nova configuração de marchas tem 52 dentes (para literalmente subir paredes). Todo ciclista de mtb já encontrou alguma dificuldade procurando a “combinação” perfeita de marchas – se usa uma coroa 32 ganha tração, mas perde velocidade final no plano; se usa uma 34 fica “quase” perfeito, mas em subidas técnicas e travadas não alcança a cadência certa. A maioria dos popularmente conhecidos como “galáticos” já tomou coragem, e ostenta uma coroa 36. Mas independente da sua forma física, em algum momento você já deve ter ficado sem marcha – seja na subida, na descida ou numa cadência incômoda no plano. Ao que tudo indica, isso parece prestes a mudar.

Preparamos um resumo das alterações mais significativas e das opções que o usuário passa a ter nos grupos EAGLE XX1, AXS, X01 e GX. Enjoy!

XX1 EAGLE

  • Novas opção de cores do cassete e corrente: preto, dourado, arco-íris e cobre
  • Geometria do cage do cambio fornece melhor retenção da corrente e trocas mais precicas
  • Novas cores de pedivela para combinar com o cassete
  • Nova opção de passador com clique único
  • Escalonamento: 10-52t: 10, 12, 14, 16, 18,21, 24, 28, 32, 36, 42 e 52

X01 EAGLE

  • Novo sistema de cores Eagle: vermelho e preto fosco
  • Atualização do cage para melhor retenção da corrente e trocas mais precisas
  • Pedivela mais resistente da gama Eagle
  • Nova opção de passador com clique único
  • Escalonamento: 10-52t: 10, 12, 14, 16, 18, 21, 24, 28, 32, 36,42, 52

EAGLE GX

  • Nova cor: lunar com preto
  • Atualização do cage para melhor retenção da corrente e trocas mais precisas
  • Opção de pedivela de carbono ou alumínio
  • Opção de passador com clique único
  • Escalonamento: 10-52t: 10, 12, 14, 16, 18, 21, 24, 28, 32, 36, 42, 52

Seja bem vindo a um novo mundo. Um mundo 520%.

Perguntas? A Sram já imaginou tudo que você quer saber!

Os novos cassetes com alcance expandido são destinados a todos os ciclistas e atletas? Veremos atletas com 10-52t nas Copas do Mundo de XC?

O Ecossistema Eagle tem a intenção de fornecer desempenho de primeira linha para todos, desde os guerreiros de final de semana até os campeões mundiais. Nós perguntamos aos nossos atletas e consumidores sobre os cassetes 10-50t e percebemos uma oportunidade de crescimento com os cassetes de alcance expandido. Continuaremos a disponibilizar os cassetes 10-50t, mas para quem deseja um alcance de marchas mais amplo sem trocar a coroa, o 10-52t será seu novo melhor amigo.

Eu posso misturar componentes de diferentes níveis de grupo?

O Ecossistema Eagle permanece intacto – Misturar e combinar é uma compatibilidade que é possível de ponta a ponta entre os componentes do Ecossistema. Através do desenvolvimento dos nossos produtos AXS™ nós fizemos alguns ajustes na arquitetura que possibilitaram a fundação do nosso novo alcance expandido. Adicionalmente, um novo visual combinado com detalhes e acabamentos proporciona aos pilotos uma experiência mais personalizável quando forem montar a transmissão dos seus sonhos. Preto, Arco-Íris, Dourado ou Cobre – a escolha é sua.

Existem alterações no design do câmbio Eagle para acomodar o cassete maior?

Através da evolução dos nossos sistemas Eagle AXS™ identificamos diferentes oportunidades de melhorar a performance da transmissão. Para buscar uma melhor experiência para os pilotos, usamos uma receita de testes em laboratório e pesquisa e desenvolvimento no mundo real para avaliar desafios e oportunidades. Aprendemos que para garantir a distância da corrente e a durabilidade desejada através dos sistemas 10-50T e 10-52T, precisávamos fazer ajustes em nosso cage como integridade estrutural, deslocamento da polia e um paralelogramo alongado. Com essa adaptação, agora podemos acomodar um alcance expandido de marchas.

Existem outras mudanças no cassete?

O cassete Eagle é a chave do sucesso do ecossistema, então apenas levamos a tecnologia para uma nova linha. Eagle 10-52t irá fornecer os benefícios do alcance expandido de marchas com toda a performance que você espera da SRAM sem comprometer sua experiência.

Porque aumentaram o tamanho do maior cog sem aumentar o tamanho dos cogs menores para permitir pulos mais consistentes entre as marchas?

Garantir o desempenho sem falhas é fundamental quando se trata de oferecer um novo produto; portanto, a menos que estejamos confiantes em uma ideia, ela não será lançada no mercado. Expandir o alcance para 52T é um pequeno passo no processo de design, permitindo melhorar de forma incremental a sua experiência à medida que aperfeiçoamos nossas ideias. Se a porcentagem de aumento entre as marchas é algo que o preocupa, nosso comprovado 10-50T ainda é disponibilizado.

Existe uma nova ferramenta para medição do B-Gap da corrente para o Eagle com Range Expandido?

Sim. Existe uma nova ferramenta para medição do B-Gap da corrente que foi desenvolvida para acomodar o crescimento do cassete e o novo corpo do câmbio. Agora temos uma ferramenta universal que servirá todo o ecossistema, eliminando a necessidade de várias ferramentas de B-Gap de corrente.

Eu posso usar minha transmissão Eagle AXS com o cassete 10-52t?

SRAM EAGLE AXS está pronto para o cassete 10-52t. Nosso processo de engenharia é alimentado pela experiência e conhecimento adquiridos. Tomamos nossos produtos e experiências anteriores e os usamos como um farol para guiar nosso desenvolvimento. Quando estávamos criando o Eagle AXS, garantimos que era a prova do futuro do que aprendemos no desenvolvimento do Eagle e da engenharia do produto pronto para a próxima geração de transmissão.

Posso usar minha transmissão Eagle atual com o cassete 10-52t?

Nós sempre nos esforçamos para eliminar a complexidade e criar compatibilidades com produtos anteriores, mas com o novo cassete 10-52T, não podemos recomendar com confiança que o desempenho das trocas será o mesmo que você espera da SRAM – a compatibilidade com nossas transmissões mecânicas Eagle. Para a melhor Experiência de trocas, oferecemos o Eagle AXS e qualquer um dos novos câmbios que foram projetados com o propósito de ser usado com os cassetes 10-50t e os novos 10-52t. Partes como o deslocamento da polia, comprimento do cage e a construção dele em si do câmbio foram totalmente alterados. Usando nossos câmbios Eagle V1 você terá uma experiência de trocas mais trabalhosa e menos precisa. Dessa forma, não recomendamos o uso dos câmbios Eagle V1 com os novos cassetes de alcance expandido.

O que acontece se eu usar minha transmissão Eagle atual com os novos cassetes 52t?

Usando nossos câmbios Eagle V1 você terá uma experiência de trocas mais trabalhosa e menos precisa. Dessa forma, não recomendamos o uso dos câmbios Eagle V1 com os novos cassetes de alcance expandido.

As transmissões 10-52t irão substituir as 10-50t?

O 10-50T não irá a lugar algum tão cedo, por isso, se você quiser manter o seu câmbio V1, ainda poderá desfrutar do Eagle como sempre o conheceu. No entanto, se você quiser aproveitar os benefícios do cassete de alcance expandido, precisará atualizar o seu câmbio. Se você possui Eagle AXS, poderá usar o novo 52T sem problemas.

Avatar

RAFAEL METZGER

Pai, empresário, ciclista nas horas vagas e apaixonado por bicicletas em tempo integral. Caçador de peças premium, viaja o mundo atrás do mais exclusivo e introduziu várias destas marcas no mercado brasileiro.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Os comentários estão fechados.